Desenvolvido por Arquitetas Invisíveis © | 2015

INÍCIO

QUEM  SOMOS

AS

MULHERES

 

GALERIA

 

REVISTA

O TRAÇO

É DELAS

 

DOWNLOAD

 

CONTATO

Marion Mahony Griffin

 

PIONEIRAS

 

País de origem: Estados Unidos da America

Nascimento: 1871

Morte: 1961

Formação: MIT (Massachusetts Institute of Technology), Boston, EUA

Locais de atuação: Estados Unidos da América, Austrália e Índia

Projetos Selecionados:

  • Concurso – Nova Capital da Austrália. 

 

Curiosidades: Marion Lucy Mahony Griffin nasceu nos Estados Unidos em 1871. Ao longo de sua carreira, atuou no seu país de origem, onde também se formou, e na Índia e Austrália.

Estabeleceu uma série de parcerias no desenvolvimento de projetos, sendo os mais reconhecidos os realizados com os arquitetos Frank Lloyd Wright e Walter Burley Griffin, o qual também era seu marido. Com o primeiro, desenvolveu o mobiliário de vários projetos, incluindo vitrais, mosaicos e painéis decorativos. Com o marido, trabalhou no campo do urbanismo: foi coautora e ilustradora do projeto da cidade de Canberra, Austrália. Além de arquiteta, Marion era horticultora, designer gráfica, pintora e ativista política. Foi a segunda mulher a se graduar em arquitetura pelo Instituto de Tecnologia de Massachusetts (MIT) e a primeira mulher a ser registrada como arquiteta no estado de Illinois.

Contribuiu imensamente para a divulgação e disseminação do estilo arquitetônico da Pradaria, comumente atribuído somente a Frank Lloyd Wright. Fez diversas residências desse estilo não só nos Estados Unidos, onde o movimento nasceu, mas também na Índia e Austrália. Veio a falecer em 1961.

Suas belas perspectivas em aquarela, tanto de prédios como de paisagismo ficaram conhecidas como uma das marcas do estilo Wright de trabalho, contudo o famoso arquiteto nunca deu a ela o crédito por seus desenhos. Um século depois seria conhecida como uma das maiores desenhistas de arquitetura, mas, durante sua vida, seu talento era visto apenas como uma extensão do trabalho feito pelos homens do escritório. O historiador de arquitetura Reyner Banham atribui a ela o título de "maior desenhista de arquitetura de sua geração."

 

PIONEIRAS

NAS

SOMBRAS

 

ARQUITETAS

 

URBANISMO

 

PAISAGISMO

TRABALHO

SOCIAL

ARQUITETURA

SUSTENTÁVEL