Desenvolvido por Arquitetas Invisíveis © | 2015

INÍCIO

QUEM  SOMOS

AS

MULHERES

 

GALERIA

 

REVISTA

O TRAÇO

É DELAS

 

DOWNLOAD

 

CONTATO

Eileen Gray

 

PIONEIRAS

 

País de origem: Irlanda

Nascimento: 1878

Morte: 1976

Formação: Slade School of Art, Londres, Inglaterra; Académie Julian e École Colarossi, Paris, França.

Locais de atuação: Irlanda, França e Inglaterra.

Arquitetos parceiros: Le Corbusier; Seizo Sugawara e Jean Bandovici

Projetos selecionados:

  • Casa E-1027;

  • Tempe à Pailla;

  • Decoração do apartamento da Rua Lota em Paris. 

Curiosidades: Iniciou sua carreira como designer de móveis, painéis e peças de mobiliário em geral. 

Seu primeiro grande trabalho foi a decoração do apartamento da Rua Lota em Paris, para o qual criou a sua mundialmente conhecida cadeira Bibemdum, além de tapetes, mesas e luminárias. Para a casa E-1027, criou móveis que compunham junto das linhas geométricas do projeto do edifício os seus ideais vanguardistas. Até a sua morte, continuou a desenhar e produzir peças de mobiliário, as quais eram sempre únicas e feitas inteiramente pela artista.

Em 1937 foi convidada por Le Corbusier para participar do seu pavilhão na Exposição de Paris, com um projeto para um centro de eventos. Com a eclosão da Segunda Guerra Mundial, Gray foi obrigada a deixar Paris, refugiando-se na Inglaterra e na Irlanda. Após o fim da Guerra, ela retorna a Paris onde retoma sua produção de peças de mobiliário, porém permaneceu esquecida em meio a outros arquitetos e designers que estavam em ascensão. A arquiteta foi “redescoberta” apenas em 1970, já próximo de sua morte. Quando morreu, em 1976, teve sua morte anunciada na rádio francesa. Foi a primeira vez em que o nome Elieen Gray havia sido mencionado em uma transmissão de rádio.

 

PIONEIRAS

NAS

SOMBRAS

 

ARQUITETAS

 

URBANISMO

 

PAISAGISMO

TRABALHO

SOCIAL

ARQUITETURA

SUSTENTÁVEL